quarta-feira, julho 05, 2006

# XCVIII - Uma casinha branca...


(Uma casa com varanda, um quintal e uma janela, Paredes-30Jun2006)

Também poderia ser uma casinha branca...

*********************************************
Casinha Branca
(Gilson e Joram)

Eu tenho andado tão sozinha ultimamente
que nem vejo em minha frente
nada que me dê prazer...
sinto cada vez mais longe a felicidade
vendo em minha mocidade
tanto sonho perecer

eu queria ter na vida simplesmente
um lugar de mato verde pra plantar e pra colher
ter uma casinha branca de varanda
um quintal e uma janela só pra ver o sol nascer

às vezes saio a caminhar pela cidade
à procura de amizade
vou seguindo a multidão
mas eu me retraio olhando em cada rosto
cada um tem seu mistério
seu sofrer, sua ilusão

eu queria ter na vida simplesmente
um lugar de mato verde pra plantar e pra colher
ter uma casinha branca de varanda
um quintal e uma janela só pra ver o sol nascer

***********************************************

Um bocadinho pela Maria Bethânia:


2 comentários:

Beija-Flor disse...

O quanto preciso desta música*****************


Linda e a voz de Bethânia......*********

Teresa Lopes disse...

"Você sabe de onde eu venho
De uma casinha que eu tenho
Fica à beira de um pomar
É uma casa pequenina
Lá no alto da colina
E de longe se ouve o mar..."
(Mara Abrantes)

Recordo a minha mâe a cantar esta música aos meus irmãos, enquanto os adormecia. Nunca lhe perguntei se o fazia comigo, mas tenho a certeza que sim.
Entretanto, a vida ensinou-me que a casa dos nossos sonhos é aquela onde nos sentimos bem, onde nos apetece voltar ao fim do dia. Com ou sem jardim, com ou sem varanda.
Espero que a tua casa seja dessas.
Abraço