sexta-feira, setembro 05, 2008

# CCLXIII - Sonho ou ilusão?

.
.
.


[Março, 2008]



Os céus mais escuros também se deixam atravessar pelo sol, permitindo-se rasgar por entre as nuvens e levar alguma luz e um pouco de calor aos que sobrevivem imersos em escuridões.

Que diferença abismal entre um sonho e uma ilusão...




Julieta Venegas com participação de Marisa Monte - Ilusión


Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi

Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella no supe que hacer
y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz

É a ilusão de que volte
E que me faça feliz
Faça viver

Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de ser la feliz

Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue.



letra de Julieta Venegas, Ilusión



9 comentários:

Teresa Lopes disse...

Olá, tsiwari. Vai ao meu blog. Tens lá uma coisa para ti.

Bjs

IC disse...

Não é só da Teresa que tens uma 'prendinha' ;) Vai também aqui
****

Geraldo Maia disse...

Olá Tsiwari,
Penso que tanto o sonho como a ilusão são estados que se assemelham muito.
Grato pela visita ao meu site.
Agora também tenho um blog e o mesmo se refere apenas à fotografias.
Te desejo um belo fim de semana:
Geraldo

AnaMar disse...

Sim que diferença abismal! Os sonho devemos persegui-los, sem nunca desistirmos!
As ilusões (salvo as de entretenimento de espectáculo de ilusionismo) são a mentira, o falso, um vazio, onde por, vezes nos quedamos, por desejar que fosse real, ou quando os outros nos fazem acreditar...Há quem diga que os outros não nos desiludem, nós é que nos iludimos...Concordo, só em parate em parte, pois, quando nos iludem intencionalmente desiludem-nos, porque entretanto, acreditámos!

Acredito nos sonhos.
Aprecio fantasias.
Ilusões,só mesmo as de espectáculo.
:-)
Espaço agradável, este.

tsiwari disse...

teresa lopes e ic : honrarei a distinção. São umas queridas. Obgdo.

geraldo : o sonho é positivo, construtivo, impulsionador, gerador de vivências... a ilusão é individualista, frustadora, castradora até. Pulo até ao teu blog. E passa sempre... Abç

anamar : bem vinda! Concordo totalmente com a tua análise. è mesmo isso!!!! *

Rosa dos Ventos disse...

Tu és um descobridor de preciosidades, pelo menos para mim! :-))

Abraço

tsiwari disse...

rosa dos ventos : ainda bem que gostas!
;)****

ALY disse...

Olá. Faz tempo (o cansaço acumula-se) que não abro este baú de sons bons para os ouvidos. Esta é fantástica e, no que respeita à letra, também deixa speachless qualquer um.

Já agora... chamem o que quiserem à Ilusão, mas enquanto é sonho (sim, porque qualquer ilusão, antes de o ser, já foi sonho) devemos vivê-la. Encaremos as coisas. Na hora da partida não recordaremos os sonhos que não vivemos mas sim os sonhos que concretizámos e as ilusões por que passámos.

Bem hajas.

tsiwari disse...

ALY : viver é sempre o caminho. ;)