sábado, agosto 18, 2007

# CCXIV - Anjo da Guarda




Para mim, do melhor que as férias têm é o proporcionarem dias de uma bem maior proximidade com os que vivem connosco todo o ano e com quem podemos, agora, soltar palavras ao vento.

É este tempo, sem tempo contado, de conversas loooooooooongaaaasssss e encantadoras.

É descobrir que a filha mais nova (T), que completou os 3 anos em Maio passado, já conhece as letras maiúsculas TODAS! Ah, pequeno computador do Noddy, que vales ouro!

É ouvir a conversa entre esta filha e a irmã do meio (F, 13 anos):

T - Huuuum! Este iogurte tem um sabor do outro mundo!

F (notoriamente espantada) - Onde foste buscar isso????

T ( com aquele ar de quem diz Daaaaaah!) - Ao frigorífico, claro!

E é olhá-los e desejar, para cada um deles, o melhor deste mundo.

E, com olhos já mais aguados, lembrar de um quadro que via em muitas paredes pendurado, nos meus tempos de meninice (o reproduzido em cima!). E relembrar a canção (que continuo a preferir na voz da Ana Deus, dos Três Tristes Tigres, como podem ver na versão que partilho) do António Variações - Anjo da Guarda. E pensar que cada um dos meus filhos adormeceu comigo a cantar-lhe (entre outras) esta canção.

E querer muito, muito, muito... acreditar que cada um tenha um Anjo da Guarda a guardar os seus passos, as suas decisões, as suas opções...

Ainda que esse Anjo da Guarda seja apenas, lá no coração de cada um, resquícios das nossas conversas em tempo de férias...

----<@

Eu tenho um anjo
Anjo da guarda
Que me protege
De noite e de dia
Eu não o vejo
Eu não o oiço
Mas sinto sempre a sua companhia


Eu tenho um guarda
Que é um anjo
Que me protege
De noite e de dia
Não usa arma
Não usa a força
Usa uma luz com que ilumina a minha vida

Ele não, não usa arma
Ele não, não usa a força
Usa uma luz com que ilumina a minha vida



7 comentários:

Alecrim disse...

Que lindo, o post e a canção!
Temos um anjo da guarda!

Rosa dos Ventos disse...

Havia um quadro destes em casa da minha avó paterna!
Nessa altura eu acreditava que cada um de nós tinha um anjo da guarda e até aprendi na catequese uma breve oração ao Anjo da Guarda que dizia:
Anjo da guarda, minha companhia,
guarda a minha alma de noite e de dia!
O diálogo das tuas filhas trouxe-me um sorriso aos lábios...
Não conhecia a canção, obrigada por ela!
Abraço

Teresa Lopes disse...

Tu és o anjo da guarda. E um dia as tuas filhas vão perceber que um e outro, são um só. O pai das férias, dos dias e das canções de ninar.

sharemusicnotguns disse...

Que boa lembrança vc me traz com esse quadro. Houve um semelhante a me acompanhar quando era ainda um menino... e agora, graças a vc, o resgato perdido entre tantas imagens que insitem em permanecer conosco. Que cada criança no mundo tivesse um pai como você. E obrigado por essa amizade bonita.
Meu beijo nos teus filhos. Eles vão manter sempre o doce som dessa cantiga, na tua voz....

Raquel Alves disse...

Anjo da Guarda...não fez parte da minha protecção.Os meus pais não o invocavam e eu só na adolescência ouvi falar nesses seres.Contudo essa imagem está muito difundida! Esse mesmo anjo voou junto de Rubem, lá pelo Brasil...continuação de boas férias e de muita ternura.
http://www.rubemalves.com.br/ParaRaquel.htm

Cristina disse...

Que sentimento tão bom ver os nossos filhos assim não é?
O meu desejo é sempre que todas as crianças tenham um anjo da guarda que os guarde sempre
:)
Hoje também estou muito feliz com o meu filho...
:)
beijinhu

Venus disse...

Eu acredito que as pessoas que entram na nossa vida o fazem sempre no momento certo, embora, por vezes na altura assim nao nos pareça...uns em forma de anjo, outros em forma de amigos e outros so mm p chatear..lol....mas acho definitivamente que entraste na minha com a funçao de anjo protector......Thanks for being there all the time!! Lots of love