sábado, janeiro 13, 2007

# CLXXXII - Acontece-nos perder alguém...


(Amsterdam, Outubro de 2006)

... porque precisou de outros voos.

... porque simplesmente se cansou de viver.

.... porque a vida quis assim.

Nestas alturas relembro os Everything but the girl, neste The road. E a estrada é mesmo muito longa, sempre com outras estradas paralelas ou não.

----<-@

You packed your books last week,
you break with the past tonight.
I hope you find some beach house on the coast
out there with plenty of light.
Cause I know the road is very long
But in my head
I'll always hold your song

And I'll keep a good thought for you.
I'll keep a good thought for you.

You left us "The Best of Frank"
and on the back you signed your name.
"One For My Baby" was underlined again.

Now I know the road is very long
But in my head I'll always hold your song,
And I'll keep a good thought for you
- If you're lonely think of me.
I'll keep a good thought for you
-If you're lonely think of me.

There's a couple you knew quite well,
they moved away last Spring,
And though he can't find suits
they don't miss much of anything.
They're raising a baby now.
At least that's one gift that this world allows.

And I'll keep a good thought for you,
I'll keep a good thought for you.

Cause I know the road is very long
But in my head I'll always hold your song,
And I'll keep a good thought for you
-If you're lonely think of me.





6 comentários:

lu disse...

Dói, mas nada podemos fazer para evitar o inevitável.

A música é muito bonita e a letra cheia de sentido.

Boa semana.

deep

AnaCristina disse...

Entristece a perda de alguém próximo. Dói e não passa. Mas atenua... ou talvez não!
Abraço

isabel disse...

É das sensações piores. Mas estou a aprender a gerir essa dor. É preciso!

Bjs

aldina disse...

A perda de alguém é sempre um encontro indesejado connosco próprios!

Até sempre!

Teresa Lopes disse...

Só o tempo abranda a dor. Depois fica a memória límpida, pura. E a dor transforma-se. Para nosso bem, porque assim é o círculo da vida.
Abraço
TL

MAM disse...

amigo,
"perder é uma questão de método" dizia um escritor sul-americano de que não retive o nome. Claro que há perdas que nos lançam para o abismo, e aí, então, todo o cuidado é pouco com os passos que (não) damos.

armandina