sexta-feira, outubro 27, 2006

# CLIV - Divos - Nove - James Taylor


(Quiaios, Agosto de 2006 - O queimado da floresta, o infinito do mar)



No início dos anos 70, James Taylor chegava ao público com esta canção. Contrariamente ao que me é habitual, nunca prestei muita atenção à letra. A riqueza da melodia e o timbre vocal foram suficientes para me cativarem.

Curiosidade : esta canção esteve na origem duma das lendas urbanas dos USA.

___________________


Fire and Rain - James Taylor

Just yesterday morning they let me know you were gone
Suzanne, the plans they made put an end to you
I walked out this morning and I wrote down this song
I just can't remember who to send it to


I've seen fire and I've seen rain
I've seen sunny days that I thought would never end
I've seen lonely times when I could not find a friend
But I always thought I'd see you again


Won't you look down upon me, Jesus, you've got to help me make a stand
You've just got to see me through another day
My body's aching and my time is at hand
And I just won't make it any other way

Now I'm walking my mind to an easy time, my back turned towards the sun
Lord knows when the cold wind blows, it'll turn your head around
There's hours of time on the telephone line to talk about things to come
Sweet dreams and flying machines in pieces on the the ground

___________________





5 comentários:

Anónimo disse...

meu kido amigo
Adorei o teu blog, continua a ser sempre quem és. jinhos da sempre amiga

Piaf

bell disse...

A canção é linda!

Já agora, qual é a lenda urbana?

TsiWari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
TsiWari disse...

Piaf : volta sempre. És muito bem vinda!

bell : de facto, também gosto NN desta canção. Quanto à lenda urbana, a expressão (lenda urbana) no post, está linkada para uma página onde a lenda é explorada.

Bjos e bfs

Sofia disse...

James Taylor foi um dos músicos a se apresentar na primeira versão do Rock in Rio, isso láaa nos anos 80. Ele foi tão bem recebido pelo público que compôs uma música em homenagem ao Rio de Janeiro: Only a Dream in Rio ...
Abraços,