domingo, setembro 03, 2006

# CXXXVIII - Um concerto à porta


(Mick Hucknall - em concerto)

Tem mais de vinte anos - apareceu em 1985! - uma das minhas canções favoritas e o condão de me transportar de volta às muito doces memórias dumas infância e juventude plenamente vividas.

E (re)vejo pessoas que já cá não estão e que foram importantes para mim - muitas vezes sem o saberem, pelo menos dito de forma explícita por mim. E tardes de companheirismo puro. E noites estreladas...

E, mais tarde, as três idas à maternidade a levar a primeira filha a nascer - sempre ao som dos Simply Red.

Na próxima quarta-feira, no Pavilhão Rosa Mota, no Palácio de Cristal, lá estaremos a ouve-los (a ouvir e a ver, lembram-se?) - eu e a minha filha mais velha.

Vai ser muito bom...

****************

Holding back the years,
Thinking of the fear
I've had for so long.
When somebody hears,
Listen to the fear that's gone.

Strangled by the wishes of pater,
Hoping for the arms of mater,
Get to me the sooner or later,

Holding back the years,
Chance for me to escape from all I know.
Holding back the tears
Cause nothing here is wrong
I've wasted all my tears,
Wasted all those years.
Nothing had the chance to be good,
Nothing ever could, yeah.
Ooohh

I'll keep holding on,
I'll keep holding on,
I'll keep holding on,
I'll keep holding on
So tight.

****************






4 comentários:

O Traidor disse...

Boa escolha, sim senhor.Soul music feita por brancos com muita competência. Não esquecer o "Jericho": You won't go to the ball!

IC disse...

Já percebi que não deixas escapar as oportunidades que aparecem por aí, eu sou muito distraída, quantas vezes, quando dou por elas... já foram! Mas, sabes, tens contribuído para eu pensar neste meu defeito, e até para não me esquecer de pôr música em casa - talvez esqueça porque gosto de ouvir sem fazer mais nada que ouvir, quando estou com a cabeça ocupada tenho tendência para esquecer a música, que até não falta aqui por casa :)

AnaCristina disse...

Adoro o gajo ruivo.
E o vozeirão que tem é magnífico...
Partilho a tua paixão.

deep disse...

Então, como correu o concerto?
Já ouvi dizer que foi magnífico.
Inveja...