domingo, dezembro 07, 2008

# CCLXXVIII - Weeds


[Uma série viciante...]


Casualmente, apanhei um ou outro episódio na RTP2.
Quando tive acesso à série, comecei a ver, episódio por episódio. Fui vendo, gostando, vendo, amando, vendo, viciando-me...

É excelente a trama. Excelentes os desenvolvimentos, a banda sonora, a imaginação, o humor...

Aconselho VIVAMENTE!

A canção de abertura da série remete para a massificação ou, até mais, para a formatação que muitos sofremos. As mesmas vivências, os mesmos percursos que se eternizam, os mesmos problemas, as mesmas "vidinhas" que se replicam. A aldeia global, no seu pior.

O conceito usado no que toca ao tema de abertura foi soberbo. Enquanto que na primeira série, todo o tema foi o da versão (original - é ela a autora do tema) da Martina Reynolds nas segunda e terceira séries foram usadas várias versões deste tema [ 2×01:Elvis Costello 2×02:Death Cab for Cutie 2×03:Engelbert Humperdinck 2×04:Kate & Anna McGarrigle 2×05:Charles Barnett 2×06:Aidan Hawken 2×07:Ozomatli 2×08:The Submarines 2×09:Tim DeLaughter Polyphonic Spree 2×10:Regina Spektor 2×11:Jenny Lewis and Johnathan Rice 2×12:Malvina Reynolds 3×01:Randy Newman 3×02:Angelique Kidjo 3×03:Kinky 3×04:Donovan 3×05:Billy Bob Thornton 3×06:The Shins 3×07:The Individuals 3×08:Man Man 3×09:Joan Baez 3×10:The Decemberists 3×11:Michael Franti 3×12:Persephone's Bees 3×13:Laurie Berkner 3×14:Linkin Park 3×15:Malvina Reynolds (abertura)& Pete Seeger (fecho) ].

Entretanto, investigando um pouco mais sobre este tema, descobri que há versões em várias línguas (mesmo de leste!). Em Francês, por Graeme Allwright "Petites boîtes", em Castelhano, por Victor Jara "Las Casitas del Barrio Alto", por Adolfo Celdrán "Cajitas", em Português, pela Nara Leão, etc., etc, etc., ...






------------------


Malvina Reynolds

Little boxes on the hillside,
Little boxes made of ticky-tacky,
Little boxes, little boxes,
Little boxes, all the same.
There's a green one and a pink one
And a blue one and a yellow one
And they're all made out of ticky-tacky
And they all look just the same.

And the people in the houses
All go to the university,
And they all get put in boxes,
Little boxes, all the same.
And there's doctors and there's lawyers
And business executives,
And they're all made out of ticky-tacky
And they all look just the same.
And they all play on the golf-course,
And drink their Martini dry,
And they all have pretty children,
And the children go to school.
And the children go to summer camp
And then to the university,
And they all get put in boxes
And they all come out the same.

And the boys go into business,
And marry, and raise a family,
And they all get put in boxes,
Little boxes, all the same.
There's a green one and a pink one
And a blue one and a yellow one
And they're all made out of ticky-tacky
And they all look just the same.

------------------


CASITAS DEL BARRIO ALTO

Victor Jara (Chile)


Las casitas del Barrio Alto
con rejas y antejardin,
una preciosa entrada de autos
esperando un Peugeot.
Hay rosadas, verdecitas,
blanquitas y celestitas,
las casitas del Barrio Alto
todas hechas con resipol.
Y las gentes de las casitas
se sonrien y se visitan.
Van juntitos al supermarket
y todos tienen un televisor.
Hay dentistas, comerciantes,
latifundistas y traficantes,
abogados y rentistas.
Y todos visten policron,
juegan bridge, toman martini-dry.
Y los niños son rubiecitos
y con otros rubiecitos
van juntitos al colegio high.
Y el hijito de su papi
luego va a la universidad
comenzando su problematica
y la intringulis social.
Fuman pitillos en Austin mini,
juegan con bombas y con politicos,
asesina generales,
y es un gangster de la sedicion.
Y las gentes de las casitas
se sonrien y se visitan.
Van juntitos al supermarket
y todos tienen un televisor.
Hay rosadas, verdecitas,
blanquitas y celestitas,
las casitas del Barrio Alto,
todas hechas con resipol.

------------------



Uma caixa bem na praça, uma caixa bem quadradinha
Uma caixa, outra caixa, todas elas iguaizinhas
Uma verde, outra rosa e uma bem amarelinha
Todas elas feitas de tic tac, todas elas iguaizinhas

As pessoas nessas casas vão todas pra universidade
Onde entram em caixinhas quadradinhas iguaizinhas
Saem doutores, advogados, banqueiros de bons negócios
Todos eles feitos de tic tac, todos, todos iguaizinhos

Jogam golf, jogam pólo, bebendo um bom martini dry
Todos têm lindos filhinhos bonitinhos e engomadinhos
As crianças vão pra escola, depois pra universidade
Onde entram em caixinhas e saem todas iguaizinhas

Os rapazes ficam ricos e formam uma família
Todos eles em caixinhas, em casinhas iguaizinhas
Uma verde, outra rosa e outra bem amarelinha
E são todas feitas de tic tac, todas, todas iguaizinhas


------------------

Fica a tocar a versão da Regina Spektor, com a letra (quase) fiel à original :









14 comentários:

Carlota disse...

Vou investigar.
Gostava de começar a gostar de uma série outra vez.

tsiwari disse...

Carlota : faz tempo que não te lia por aqui. Bom saber que continuas a espreitar-me! ;))

A série é simplesmente divina. Tudo gira em torno de uma dona-de-casa que, enviuvando, tenta criar os dois filhos e acaba por se envolver no narcotráfico de Marijuana (Weeds = Erva, como sabes).

Os episódios estão pela web. Se precisares (o que eu duvido, lol) dos url's é só falar.

;)***

Ladybird disse...

Partilho deste vício, é uma excelente série.... estou à espera que saia a Season three, da zona 2. Entretanto vou vendo os Heroes, também é espectacular.

Teresa Lopes disse...

Bem, vocês contagiaram-me... Vou ver a série!
O que tu não descobres sobre música, tsiwari...

Abraço! :)

Carlota disse...

Se queres saber, nunca estiveste longe da minha vista.
Amanhã publico um post precisamente sobre as melhores séries norte-americanas. A Weeds é mencionada, mas acredita que, até ontem, até te ler, nunca tinha ouvido falar dela.
Xi-cos.

IC disse...

Não conheço a série mas, numa rápida investigação, pareceu-me que já há à venda um DVD. Certo? Pergunto porque tenho um Pai Natal (um deles, tenho mais que um) a perguntar-me o que quero e como não me está a ocorrer resposta, essa seria uma hipótese (confio na tua sugestão). Sabes se há mesmo à venda?

Quanto à canção, claro que tinhas logo que escolher em inglês para eu não perceber nada se não ler a letra... grrrrr :))
Mas já fui ouvir em francês (petites boîtes) þ

P. S. Já ando 'para cima'... depois da tempestade vem sempre a bonança, sobretudo se há uns 'anjos' a cuidarem disso :)))
************

Girafa cor de rosa disse...

Bem, com tantos argumentos estou mais que convencida!! Obrigada pela partilha tão convincente:-)!Bjs.

SAM disse...

Cai de paraquedas...Não conheço, mas gostei da letra.

Beijos!

tsiwari disse...

Ladybird : já vejo a quarta série! bem-vinda ao 4thefun. :)*

Teresa Lopes : Cai nesta tentação. Vale! :)**

Carlota : ainda bem! Bom saber... ;)***

IC : Há, pelo menos, os da 1ª e 2ª séries. Qto ao Inglês, até pus a letra em Português!!!!!
Que agradável saber-te melhor. :)***

Girafa: Vale a pena, sim senhora! ^:)**

SAM: ;)))) ****

AnaMar (pseudónimo) disse...

Fabulosa série e extraordinário comentário sobre a mesma. Fascinante a abordagem. Quem não conhece, vai querer ver. Para quem conhece, uma crítica fabulosa. Parabéns.

"Linkei" este espaço ao meu blogue :-D

tsiwari disse...

AnaMar - Obrigado pelos comentários simpáticos e bem-vinda a este cantinho.

:)***

SAM disse...

Meus sinceros votos de um feliz e renovador natal para você e seus familiares e que todas as suas esperanças se concretizem em 2009, .............!


Beijooooooooooooooooohohohohoho!

deep disse...

Passo para te desejar Festas Felizes, com paz e muita saúde!

:)

tsiwari disse...

SAM, deep : bgdo e idem, idem, idem, idem. *****************