domingo, outubro 05, 2008

# CCLXX - Por terras d'Além...

.
.
.


[... perto da pureza das terras verdadeiras! - Hoje, em passeio]



Um fim de semana bem diferente. Paisagens de cortar a respiração. Histórias de entristecer qualquer um.

E uma canção a servir de banda sonora, a tudo o que entrava alma dentro. Concretamente, esta dos Quadrilha, lembrada também pela indicação na placa.

Um pedaço do paraíso experienciado. Obrigado, Z&M.



-----<@


Hino à Ponte da Misarela
Letra de Sebastião Antunes
Quadrilha



Levanta-se a mulher noite calada,
Como se a manhã já estivesse a chegar.
Vai a ver dos auxílios do azeite,
Já tem mais de mil quebrantos p'ra rezar.
Não se tem prenha por nada, não se alegra;
Já não sei que mais lhe eu faça p'ra a alegrar;
O diabo é que a barriga não lhe medra
De tão triste que ela anda, já se anda a desesperar.




E quando vier a noite escura
Havemos de ir os dois à Misarela
Que o menino venha breve, são e salvo
E que ninguém tenha pragas p'ra lhe rogar
E que a desgraça não nos entre casa dentro:
Cruzes, credo, nem por nada!
E que se acabe o mal que nós temos passado
E que haja alguém que lá passe p'ró baptizar
E que o remédio seja santo
Quando formos à ponte da Misarela.




Mal a noite caia pelos penedos
Vamos lá mas não o contes a ninguém!
Havemos de esperar um viajeiro
Que nos baptize o menino ainda na mãe;
Se for moça há-de chamar-se Senhorinha
Se for homem o nome há-de ser Gervaz
Tantas vezes me endoidei no corpo dela
Hoje vou à Misarela, já nem hei-de olhar p'ra trás!

-----


Nota : No final da canção, que podem ouvir clicando no play ;), ouve-se o Sebastião Antunes a anunciar a canção seguinte do cd Quadrilha - Deixa que Aconteça [Ao Vivo - 2007] - Um MUST HAVE em qualquer boa colecção de discos!







Parte da lenda pode ser conhecida aqui :


5 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Agradeço a tua presença no meu Ventanias e agradeço ainda mais esta bela melodia que nos conta uma lenda/tradição sobre a dor da infertilidade...
Já conhecia a lenda, mas não a canção!
Deixei de te visitar porque às tantas encontrei-te muito tempo parado, ainda bem que continuas em linha!

Abraço

Teresa Lopes disse...

Conheço bem este roteiro mágico... Visitei a Ponte de Misarela uma vez e tive a oportunidade de tomar um banho naquelas águas cristalinas e geladas, mesmo em pleno Verão.
Da próxima vez, segue para Chaves e vai até Tourém. Poderás, entre outras coisas, visitar as ruínas de um convento e subires a um marco geodésico que te dará, ainda que por breves instantes, a ideia de que és senhor do mundo!... E Espanha ali a um pé...

Abraço :)

tsiwari disse...

Rosa dos Ventos : a disponibilidade (física e mental) não é sempre a mesma, mas manter-me-ei por cá! ;)***

teresa lopes : uma boa sugestão, e a tua visita, são sempre bem vindas! :)****

Lu disse...

Esta também é muito, muito bonita! ;)

tsiwari disse...

Lu : pois... :)***