sábado, março 03, 2007

# CLXXXIX - De volta


(Puerto Banus - o luxo, a vaidade, o jogo?)

Como em todos os carnavais, há sempre a quarta-feira.
Longe do desgaste do quotidiano, na maior marina da Europa, esta canção não me saía da cabeça ...

---<@

Dama do cassino
(Caetano Veloso)

Eu prometi e cumpri mil carinhos
E muito respeito
Amor perfeito nos momentos bons
E nos momentos maus
Mas essa dama danada nunca encontra
Nada a seu jeito
Ela só busca as espadas, os ouros
As copas e os paus

Eu planejei sete luas de mel
Caravanas e tropas
Museus, paisagens, perfumes, vestidos
Receitas e roupas
Mas essa dona maldita sequer
Acredita em Europas
Ela só sonha com ouros, com paus
Com Espadas, com copas

Diz-se que quem é feliz no amor
No jogo é infeliz
E de quem faz do amor
Um jogo o que é que se diz?
Eu não sei jogar e ela é a rainha
Como poderei pensar que ela é minha?

Eu escrevi canções pra caminhões
De guitarras e couros
Que se tornaram estouros em mais
De muitos carnavais
Mas pra essa Diva jamais
O sambódromo, o autódromo, os touros
Ela só fica pensando em paus
Copas, espadas e ouros

Eu já fiquei como Erasmo
Sentado à margem das estradas
À espera de uma palavra na boca
Um gesto nas mãos
Mas essa deusa só diz nãos e
Nuncas e necas e nadas
Ela só pensa nas copas, nos paus
Em ouros, em espadas


-------
Composta por Caetano Veloso, tem na voz de Jussara Silveira um quê de especial:




4 comentários:

IC disse...

Bem (re)vindo! :)
Não sei é se o carnaval por cá já acabou, mas isto deve ser porque me falta o livro de ponto para não andar com datas e tempos baralhados...
***

Sofia disse...

Bom retorno !!
Abraços,

Rosa disse...

Pois...lá se foi a pausa lectiva...:)Ainda bem que temos formação em orientação...assim já encontramos o caminho para as salas hehehe

Cristina disse...

Bem vindo
:)
e tens razão essa música é linda sim...
tem uma boa semana,
beijinhu